domingo, 2 de agosto de 2009

FIADO SÓ AMANHÃ...



"Suba o Primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas de o primeiro passo.... " (Martin Luther King)



Temos a tendência a esperar pelo amanhã, mas nós nunca paramos por um único momento para questionar o dia de hoje. É de praxe dizer que amanhã começamos a estudar, amanhã seguiremos a dieta, amanhã procuraremos um emprego melhor, amanhã paramos de fumar, amanhã estaremos mais serenos e mais uma avalanche de obrigações e favores para com nós mesmos. Mas este "amanhã" perdura por meses a fio e no fim, nada daquilo que agendamos, que empurramos com a barriga, foi colocado em prática.


Tenho pensado demais nesse tipo de conduta, melhor dizendo, neste hábito. A mania de adiar tudo quanto for possível traz uma inquietante ansiedade, de modo que, tenho adiado apenas o adiável, aquilo que de fato não consegui dar cabo ao longo de algumas horas. Me dei um freio, apertei as minhas rédeas. Consegui visualizar melhor que nesse mundo com milhões de informações circulando à velocidade da luz, não só eu, mas todas as pessoas entram involuntariamente em um furacão particular com centenas de especulações sobre a vida, sobre si mesmas, sobre o que são capazes diante de um contexto que atordoa.


Com frequência não domamos os nossos pensamentos. Eles vagam simultâneamente. Então os nossos anseios ficam desordenados, fazendo com que aquela percepção de que precisamos subir um degrau por vez fique embaçada. Até mesmo em situações banais essa confusão acontece: por quantas vezes você se esqueceu do que ia dizer porque mil clarões de pensamento lhe ocorreram ao mesmo tempo? E ao sair da sala, indo para o quarto procurando algo, você chega lá e esquece o que procura? Até ficamos preocupados com estes detalhes, que nada mais são que uma mente ansiosa e agitada. Aliás, o próprio adjetivo fala por si: Sofremos porque andamos sempre PRÉ-OCUPADOS, ou seja, ocupados mesmo antes de a ocupação ser necessária.


O amanhã é inegociável, o tempo presente é que o molda, tornando a vida melhor ou pior. O tempo inteiro aprendemos com as nossas gafes, crescendo com elas. Quem disse que o erro é condenável? Ele é útil e costumeiramente necessário (desde que não estejamos dispostos a repeti-lo) para nos colocar na linha. É da natureza humana cometer erros, por mais corretos e sensatos que eles nos pareçam.


Acima de tudo é urgente percebermos que a vida não se desdobra planejando os próximos vinte ou trinta anos. Ela se ilumina ao passar de cada vinte e quatro horas porque é no hoje que montamos os alicerces de uma vida próspera e feliz. Faça o melhor neste dia e o dia seguinte será a colheita da sua plantação. Seja otimista consigo e com os outros. Procure ver o lado bom das circunstâncias. Se elas não estiverem lá das melhores, pergunte a si mesmo o que pode (e deve) ser mudado e claro, faça acontecer. Persiga o dia de hoje e o amanhã... deixe para amanhã. Perseguir o futuro é como correr atrás do vento.



Hoje nós somos resíduos daquilo que fomos no passado. Partindo dessa premissa, precisamos encarar os dias que virão como um produto acabado, por assim dizer. O tempo que irá se desenrolar nos mostrará o tipo de pessoa que temos sido. Se hoje somos o resultado de ontem, não há coerência maior na convicção de que o que somos neste minuto determinará o que seremos amanhã.

9 comentários:

Pauline Machado disse...

Meu querido!!!

Realmente estamos em sintonia! Nossos textos estão bem parecidos e você conseguiu descrever exatamente o que eu sinto. Esses conflitos de pensamentos e ansiedade sem fim! Cruzes, não quero mais isso, não!!!

Acho que aos poucos estou conseguindo me livrar disso, mas ainda há muito ao que me desagarrar!!!! rsrs

Adoro vc também!

Escreva sempre!

Beijos, Lin.

silva lemes disse...

Primo,

Parabens pelo blog. Muito bom e inteligente. Vou colocá-lo entre os favoritos do Blog Cambuquira, já inscrito no seu. Existe um formato nesse caso onde aparece um resumo do que foi postado no blog citado. Fica mais interessante.
Divulgue a campanha para Cambuquira ser a água da copa!
Saudações,
Gilberto Lemes

Vi disse...

procrastinação, um vício geral.

me lembrou um post do meu blog chamado Os Outros.

Vi disse...

procrastinação, um vício geral.

me lembrou um post do meu blog chamado Os Outros.

Carolzynha_25 disse...

Bom Dia!!!!!

Concordo plenamente com seu texto, mas ás vezes é dificil não pensar em deixar para amanhã... Porém com o tempo, consequentemente as experiências da vida, fui aprendendo que amanhã pode ser tarde demais então procuro viver o máximo que posso todos os dias e da melhor forma possível.
Palavras e gestos como eu te amo
, estou com saudades... coisas simples, mas que muita das vezes guardamos por vergonha, medo, orgulho e até mesmo preguiça. Hoje procuro não guardar tanto o que sinto, pois sei que amanhã pode ser tarde demais e se lamentar e chorar não vão fazer com que o tempo volte para fazer o que deveria ter feito ontem.


Enfim, perdi o sono e acabei entrando na net e comecei a fuxica seu blog e amei o texto =)


Observe o texto do orkut:
Sorte de hoje: Estude como se você fosse viver para sempre. Viva como se você fosse morrer amanhã.

Acho que é bem por ai o que vc escreveu.


Grande Beijo e até mais na auto escola.


Carolyne Bragança

Carolzynha_25 disse...

Bom Dia, Lindo!!!

Concordo plenamente com seu texto, mas ás vezes é dificil não pensar em deixar para amanhã... Porém com o tempo, consequentemente as experiências da vida, fui aprendendo que amanhã pode ser tarde demais então procuro viver o máximo que posso todos os dias e da melhor forma possível.
Palavras e gestos como eu te amo
, estou com saudades... coisas simples, mas que muita das vezes guardamos por vergonha, medo, orgulho e até mesmo preguiça. Hoje procuro não guardar tanto o que sinto, pois sei que amanhã pode ser tarde demais e se lamentar e chorar não vão fazer com que o tempo volte para fazer o que deveria ter feito ontem.


Enfim, perdi o sono e acabei entrando na net e comecei a fuxica seu blog e amei o texto =)


Observe o texto do orkut:
Sorte de hoje: Estude como se você fosse viver para sempre. Viva como se você fosse morrer amanhã.

Acho que é bem por ai o que vc escreveu.


Grande Beijo e até mais na auto escola.


Carolyne Bragança

Neide Costa disse...

Os fatos não mudam, mas a mudança de pensamentos sobre a realidade traz mudança de atitudes diante dos fatos.

Parab´ns pelo Blog

Grande Abraço / Bjssss

Neide Costa disse...

Os fatos não mudam, mas a mudança de pensamentos sobre a realidade traz mudança de atitudes diante dos fatos.
Parabéns!!!!!

Bjsssssss

Chris disse...

Carpe diem